17°C 23°C
Macaé, RJ
Publicidade
Anúncio

Vai ao Plenário indicação de Rafael de Mello Vidal para embaixada na Ucrânia

A Comissão de Relações Exteriores (CRE) aprovou nesta quarta-feira (10), após sabatina, o nome de Rafael de Mello Vidal para chefiar a embaixada do...

10/07/2024 às 22h06
Por: Mister Fonte: Agência Senado
Compartilhe:
Diplomata passou por sabatina na Comissão de Relações Exteriores nesta quarta - Foto: Roque de Sá/Agência Senado
Diplomata passou por sabatina na Comissão de Relações Exteriores nesta quarta - Foto: Roque de Sá/Agência Senado

A Comissão de Relações Exteriores (CRE) aprovou nesta quarta-feira (10), após sabatina, o nome de Rafael de Mello Vidal para chefiar a embaixada do Brasil na Ucrânia e na Moldávia. Vidal recebeu 16 votos a favor e nenhum contrário. O diplomata agora precisa ser aprovado em Plenário.

ucrania_vertical.pngRelator da indicação ( MSF 23/2024 ) do governo federal, o senador Chico Rodrigues (PSB-RR) afirmou que a experiência do sabatinado em nove embaixadas ou consulados-gerais o credenciam para o cargo. Vidal, que iniciou a carreira diplomática em 1991, é o atual embaixador brasileiro em Angola, cargo que ocupa desde 2020.

— Como se vê, ocupou várias funções representando o governo brasileiro, sendo extremamente credenciado para mais uma função — disse o relator.

“Nova guerra fria”

Para o sabatinado, o conflito entre Rússia e Ucrânia evidencia uma “segunda guerra fria” global, em que países orientais como a Rússia buscam subverter a hegemonia dos Estados Unidos da América.

— É mais perigosa do que a primeira [Guerra Fria], porque a primeira tinha alguma motivação ideológica que a justificava, comunismo de um lado e capitalismo do outro. Hoje vejo que é mais perigosa porque se tornou uma grande disputa pela hegemonia do poder mundial entre os dois lados do planeta.

Neutralidade

Segundo o diplomata, a guerra iniciada em 2022 encontra-se no melhor momento para as negociações em razão do equilíbrio de forças entre os dois países. Para ele, o Brasil deve manter a postura de neutralidade com relação ao conflito e atuar pela negociação de paz.

— Se abandonássemos a neutralidade, que é um princípio constitucional, perderíamos a capacidade de sermos interlocutores com os dois lados do conflito, pois há a necessidade de um terceiro fazer a ponte entre os países.

Mas para o senador Flávio Arns (PSB-PR), que preside o Grupo Parlamentar Brasil-Ucrânia no Senado, o governo federal deve ter uma posição mais clara com relação aos ataques a civis.

— Eu sinto que o Brasil está claudicante... É uma situação super complexa, mas é impensável o Brasil não tomar uma posição contra o ataque de mísseis que aconteceu em Kiev [capital ucraniana], inclusive atingindo um hospital pediátrico. Tem que fazer uma nota de repúdio.

A reunião foi conduzida pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL), presidente da CRE.

Economia

Vidal apontou que a Ucrânia é o maior país em dimensões territoriais da Europa continental e é um “celeiro do mundo”, responsável por prover relevante parte dos alimentos para outras nações. O país possui um produto interno bruto (PIB) estimado em torno de 3% em 2024, apesar da guerra.

Para o sabatinado, essa é uma oportunidade para retomada nas relações comerciais entre Brasil e Ucrânia. Em 2023, o Brasil exportou U$ 37,8 milhões para o país e importou U$ 21,3 milhões, uma queda de 58%, em relação a 2022, período em que a retração havia sido de 67,33%.

Os principais produtos exportados pelo Brasil foram amendoim (41%), máquinas (17%) e café não torrado (7,1%). Já os produtos mais importados pelo Brasil foram medicamentos (22%), equipamentos de distribuição de energia elétrica (20%), tubos, canos e mangueiras (11%) e equipamentos de telecomunicações, peças e acessórios (11%).

Ucrânia

A Ucrânia é o oitavo país mais populoso da Europa. República semipresidencialista, o país fez parte da antiga União Soviética e declarou sua independência em 1991. No entanto, foi invadida pelos russos em larga escala em 2022, depois de perder a Crimeia também para a Rússia em 2014.

Brasil e Ucrânia possuem 26 acordos bilaterais em vigor.

Moldávia

A Moldávia (oficialmente chamada de República da Moldova) também integrou a União Soviética e se tornou independente em 1991. Considerado o país mais pobre da Europa, tem o IDH (índice de desenvolvimento humano) mais baixo do continente. De governo parlamentarista, sua economia é baseada na produção de vinho, frutas e tabaco e depende integralmente do fornecimento de energia vinda da Rússia e da Ucrânia.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Macaé, RJ
21°
Tempo nublado

Mín. 17° Máx. 23°

21° Sensação
3.09km/h Vento
83% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h25 Nascer do sol
05h20 Pôr do sol
Qui 25° 17°
Sex 23° 18°
Sáb 23° 17°
Dom 25° 15°
Seg 27° 18°
Atualizado às 10h03
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,45 +0,33%
Euro
R$ 5,96 +0,72%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,08%
Bitcoin
R$ 373,856,16 +0,00%
Ibovespa
129,110,38 pts -0.16%
Publicidade
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade